Celebre e agradeça a vida como grande bênção...

Celebre e agradeça a vida como grande bênção...

Deus ilumine o Brasil e o mundo, em nome de Jesus Cristo! Amém!

Deus ilumine o Brasil e o mundo, em nome de Jesus Cristo! Amém!
Parabéns, Srs. juizes...Continuem assim. Cuspam bastante na cara do povo...Ignorem bastante o sofrimento do povo saqueado e, depois, acertem as suas contas com o Universo: vocês e seus\suas comparsas em roubar a população. Mas, não se enganem: o Universo, a seu tempo, fará a justiça prevalecer...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A interpretação bíblica é direito de todos\a!

  Essas briguinhas de religião já deram, né?!



Cada um faz seu caminho 


e a Bíblia é para todos, 


não apenas para aqueles que se 


julgam mais 


aptos do que os outros para

interpretá-la. 


- Que coisa cansativa!



Amemos mais e discutamos menos.




Valéria Giglio Ferreira

Psicoterapeuta e Educadora

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

EDUCAR PARA A FRATERNIDADE - CAMPANHA DE COMBATE ÀS "PANELINHAS" ENTRE ADOLESCENTES

Atenção: pais, mães e educadores! Vamos educar para a fraternidade!

Digam NÃO às "PANELINHAS" entre crianças e adolescentes, porque o prejuízo imediato é do excluído\a, mas, 
a médio e longo prazos o\a excluído\a se fortalece, encontra seu caminho, se sobressai e o prejuízo final fica, realmente, para quem excluiu.

Lembrando que não são somente as crianças com dificuldades especias que costumam ser excluídas, mas, outras crianças também.

Eu, particularmente, sou contra a formação das tais 
"panelinhas fechadas" entre alunos/as.

Não incentivo e nem aceito que meus filhos excluam alguém por puro capricho. Rejeitar alguém exige um motivo consistente ligado à autodefesa.

Mas, como disse, muita gente sofre com isso, mas, supera e dá a volta por cima.

Quem mais perde, geralmente, acaba sendo quem se isola dentro de grupinhos fechados. 

É isso se dá, frequentemente, com o incentivo - aberto / velado - ou a omissão dos pais. Muitas vezes, até mesmo com a justificativa da
 "liberdade de escolha" dos filhos. 

Sim, tudo bem, cada um tem as suas preferências e devemos respeitar essa opção, mas, sem excluir, humilhar e magoar desnecessariamento outros, né?! 

Cabe aí o velho ditado: não fazer para os outros o que você não quer que seja feito para você ou para seu filho\a.

Acredito que como pais, mães e educadores, 
precisamos estar atentos/as à tão séria questão.


Valéria Giglio Ferreira 
 Psicóloga e Educadora 
 www.amar.psc.br.




domingo, 14 de fevereiro de 2016

O Português e eu...



Fico chateada quando pego uma postagem minha na qual veja que tenha 
escapado  algum erro de digitação ou de português. 

É raro... Mas, se for no título, então, acaba com meu humor... 

Na correria, com o volume de postagens, "pode ser que isso passe sem que eu veja" imediatamente, a tempo de corrigir.

Parece que a gente olha, olha e não vê. O olhar fica obtuso! 

Pode ser que eu tenha pensado no plural e digitado no singular ou me distraído com cachorras, crianças, panelas, horários... etc.

Peço a compreensão de todos/as!

Conclusão:

Escrever e falar corretamente o complexo Português é praticamente incompatível com o mundo moderno freneticamente experienciado. 
Por quê?

Porque na Língua Portuguesa o tempo que se leva para elaborar e compartilhar um simples pensamento é quase sempre multiplicado por três: 
o tempo para organizar o pensamento, o tempo para escrever o conteúdo pensado e o tempo para fazer as correções ortográficas e gramaticais!

Fala sério! Com isso, dez minutos viram meia hora, uma hora vira três horas!!!

E ainda assim, sempre corre-se o risco de escapar algo que você, somente dias depois  relendo a matéria de cabeça fresca, perceberá - quando o vexame já estiver espalhado nos compartilhamentos das redes sociais! 

Exagerei, tá! Errar é humano! 
Não quando se tem TOC, mania de perfeição e tudo fica maximizado!!!

Mas, voltando...Quem, hoje em dia tem essa disponibilidade de ficar com lenga-lenga linguística para poder se expressar???

E o que dizer da ansiedade de postar logo e ir em frente com as outras tarefas do imenso 'checklist' diário? Aí geralmente é que mora o perigo: 
na ansiedade de postar rápido pela ausência de poder esperar 
outro momento do dia para fazer isso.

Assim, se a pessoa for escrevendo ou falando com pressa - principalmente, o leigo com os ouvidos não familiarizados à erudição linguística -, 
quase certeza que vai errar em algo de menor ou maior relevância.

O atual ritmo de vida com tantas demandas, 
teclados pequeninos de celulares etc. requer uma língua mais simples, do contrário estaremos frequentemente tropeçando ou escorregando em acentos, vírgulas, plurais e singulares, concordâncias e discordâncias...!

Sim, quando digito no celular, geralmente, é porque estou com pressa e aí ainda tem o 
corretor ortográfico para ajudar a...errar! kkk...

Volto a dizer que amo o Português - se não amasse tanto acho que o trocaria por qualquer outra forma de expressão - mas, convenhamos, é uma língua elitizada, não acessível ao cidadão comum que dificilmente poderá fazer dela uma ferramenta plena de comunicação.

Pelo menos, enquanto as circunstâncias educacionais e econômicas do pais e do planeta Terra continuarem assim.

Português: uma língua linda, porém para poucos...pouquíssimos...
E vamos em frente que é bom para a mente...!


Valéria Giglio Ferreira
Psicoterapeuta e Educadora


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Bem Viver

TV Mais - Programa Holofote 
 BEM VIVER

 Com Kiko Magrini, Nianara Bighetti 

e Valéria Giglio Ferreira  

Psicóloga e Educadora 

Clic e assista!

E você, está dando espaço para o amor crescer?


http://www.paixaoporribeirao.com.br/programa/holofote/relacionamentos-amorosos-e-familiares-03-02-2016/


Quarta-feira - 17\02\16
11:30h

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Bem Viver!

É com gratidão e alegria que convido a 

todos/as para o Programa Holofote! 


Quarta-feira, 11:30h. TV MAIS, canal 20 

Paixão por Ribeirão! 


Com 

Francisco Magrini e Nianara Bighetti


Bem Viver

com


Valéria Giglio Ferreira,

Psicóloga e Educadora.



Abrahão, Juliana Malaguti! 


Nosso encontro falará de felicidade

 na vida amorosa e familiar. 


Acreditar que é possível e se permitir ser 

feliz 

são os primeiros de muitos passos...


Que venha Bem Viver!


Ferramentas para uma vida melhor...!


Valéria Giglio Ferreira
Psicoterapeuta e Educadora
www.amar.psc.br



terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

FÉ, ESPERANÇA E ATITUDE...

As pessoas estão muito imediatistas e isso não é bom; querem tudo pronto, 
não suportam erros e frustrações, 
e logo... desistem!

Em tudo na vida é preciso ter fé, paciência, perseverança, esperança e 
atitude positiva enquanto se aguarda que tudo melhore, que a vida aja, 
que o tempo faça seu trabalho de romper as sementes 
para que as mudas brotem, 
as plantas cresçam e as flores e os frutos surjam...

É preciso fé, esperança e atitude positiva enquanto se 
                             trabalha para que chegue o tempo da colheita...



Valéria Giglio Ferreira
Psicoterapeuta e Educadora
www. amar. psc. br