Celebre e agradeça a vida como grande bênção...

Celebre e agradeça a vida como grande bênção...

Deus ilumine o Brasil e o mundo, em nome de Jesus Cristo! Amém!

Deus ilumine o Brasil e o mundo, em nome de Jesus Cristo! Amém!
Parabéns, Srs. juizes...Continuem assim. Cuspam bastante na cara do povo...Ignorem bastante o sofrimento do povo saqueado e, depois, acertem as suas contas com o Universo: vocês e seus\suas comparsas em roubar a população. Mas, não se enganem: o Universo, a seu tempo, fará a justiça prevalecer...

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Como surgem os monstros?

As perguntas que, neste momento, não querem e não podem calar são:

Como foi construído o monstro achou que poderia passar por cima das pessoas?

Já nasceu assim? Foi educado assim? Tornou-se assim? Foram as gerações anteriores?

Como ele chegou a ser isto que vimos?

Quem o ensinou a praticar essa barbaridade?

Quem permitiu que ele seguisse pela vida achando que podia passar por cima dos outros - no caso, literalmente?

Ninguém o corrigiu antes disto? Onde estavam a Justiça, a Sociedade, a Família, pai e mãe, parentes? Alguém que o ensinasse sobre a vida, sobre o valor da vida.
Será que lhe disseram ele não poderia ser contrariado ou frustrado?

Foi a sociedade que o educou assim? Foi a crença na impunidade? Foi a falta de espiritualidade, de estar ligado ao divino que há em tudo?

Foi a luta pela sobrevivência animalizando o ser humano e tornando-o próximo da besta?

Será mais um caso de negligência parental? Daquele grupo de casos em que pais e mães sempre preocupados com o seu próprio sucesso, lazer e prazer se tornam distantes e negligentes como educadores dos seus filhos/as, dizendo-lhes sempre sim porque isto é mais fácil do que educar?

O que lhe faltou foi a educação acadêmica ou teria sido a presença de uma educação formal de baixa qualidade quanto à construção de uma visão humanista ou até religiosa de mundo?

Quantos outros monstros como este estariam andando soltos por aí? Quantos outros humanos-monstros estariam sendo treinados desta forma, achando que podem tudo?!

Dificuldades existem em todas as famílias. Sabemos que não é nada fácil ser pai ou mãe.

Mas, este acontecimento é mais um sinal gritante de alerta sobre a fragilização dos papéis parentais, sobre a atual falha grave e perigosa das famílias na tarefa de educar seus filhos/as para a vida em sociedade.

Peço a Deus que proteja a todos/as nós desses monstros que andam soltos/as por aí e que Ele em sua graça nos ajude a mudar a sociedade, mudando primeiro nossa conduta como pais e mães das gerações que estão sendo formadas para o presente e o futuro.

Valéria Giglio Ferreira
© amar@gmail.com Todos os Direitos Reservados*.
Lei nº 9.610/98 - Lei de Direitos Autorais
Este texto pode ser reproduzido desde que se faça referência à autora e à fonte.


Modo de citação sugerido:


Ferreira, Valéria Giglio - Blog AMAR - ESCOLA DE CASAL E FAMÍLIA